Jantar Filipa Pato - Restaurante Pampulhinha

Sidecar, o vinho elaborado em ânforas pelas enólogas 
Susana Esteban e Filipa Pato chega ao Brasil

Venha conhecer esta novidade na próxima terça, 27 de setembro, em jantar no Restaurante Pampulhinha




Sabe quando grandes nomes da música se reúnem para um concerto ou quando artistas plásticos de renome resolvem fazer uma mostra coletiva ou ainda quando um time de futebol só tem craques? É o que aconteceu no mundo do vinho quando a enóloga espanhola Susana Esteban resolveu criar o projeto Sidecar e desafiar enólogos ou pessoas ligadas ao assunto para elaborar um vinho na adega dela, em Mora, na região do Alentejo, em Portugal. Esteban lança o desafio e vai “de carona”: o convidado é quem define o que fazer. Por isso mesmo o nome Sidecar, como são chamadas as motocicletas com dispositivo lateral para acompanhante.

A versão 2015 do projeto, que acaba de chegar ao Brasil em número limitadíssimo de garrafas, contou com a parceria da enóloga internacionalmente reconhecida Filipa Pato e de seu marido, o sommelier William Wouters. O resultado da elaboração a seis mãos é um vinho de autor que mistura com perfeição as castas tradicionais da Serra de São Mamede, no Alentejo, com a uva Baga de vinhas centenárias da região da Bairrada.

Filipa Pato, que tem seus vinhos trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora, comenta que o projeto foi uma experiência muito rica e um excelente motivo para encontrar uma grande amiga com mais frequência. “A Susana mostrou-nos várias vinhas no Alentejo e ficamos apaixonados por uma vinha velha na Serra de São Mamede, que é um microclima mais fresco na zona norte do Alentejo”, conta Filipa. “Além disso, quisemos fazer a vinificação em ânfora, método que respeita ainda mais as vinhas velhas, pois permite uma fermentação mais cuidadosa em pequena quantidade, já que as vinhas velhas têm produção muito reduzida. Na Bairrada vinificamos uma vinha velha de Baga também em ânfora e no final do processo a proporção do blend foi discutida entre todos”, completa.


O fato de ser vinificado e estagiar em ânfora, técnica que remete ao surgimento milenar do vinho e que é resgatada pela enóloga, resulta em uma bebida mais macia e pronta para ser degustada mais jovem, extremamente elegante. O Sidecar 2015 deve ser servido ligeiramente fresco (entre 14 e 16º C) e harmoniza com carnes vermelhas e queijos cremosos. Foram produzidas 1.700 garrafas de 750 ml e 50 garrafas de 1,5 litros e dessas menos de 100 estão disponíveis no Brasil. A graduação alcoólica é de 12,5%. Em 2014, o enólogo Dirk Niepoort foi o primeiro parceiro do projeto Sidecar.




(Maria Amélia e Filipa Pato)

Filipa Pato, (Bairrada) é uma das mais importantes enólogas do cenário do vinho europeu, não só pela tradição familiar em elaborar grandes vinhos, mas também pela sua imensa dedicação em preservar a autenticidade regional. Seu foco de trabalho é o resgate da uva Baga, dos vinhos de terroir sem maquiagem,cuja qualidade e diversidade são percebidas em todas as linhas. O Espumante Rosé 3B é uma referência de renovação, assim como a longevidade dos tintos de Baga e estrutura de um branco como o "Nossa" tem surpreendido a crítica internacional.


Preparamos uma noite bem especial para provar todas estas delícias e o local escolhido é a verdadeira alma portuguesa: Restaurante Pampulhinha. A apresentação dos vinhos e harmonização é da enóloga Maria Amelia Duarte Flores. Confira abaixo o cardápio:

Boas Vindas:
Espumante Filipa Pato Rosé 3B . Bruto, Baga Bical Região: Beiras Variedades: Baga e Bical

A estrela da marca Filipa Pato: este espumante veio para conquistar os apreciadores das borbulhas e vinhos surpreendentes É gastronômico, rico, não sendo leve, nem muito fácil: talvez por isto que apaixone! Espumante de cor salmão ou cobre, brilhante e com borbulhas numerosas e intensas. Apresenta aromas de morango, framboesa, fermento de pão e algum toque tostado. No paladar é seco, frutado, apresenta uma grande cremosidade que dissolve-se na língua e muita fruta. Conjuga leveza e persistência com acidez mineral .


Entrada:
Bolinho de Bacalhau
FP by Filipa Pato Branco . Bical e Arinto
Região: Beiras Variedades: 50%Bical e 50%Arinto

"Uma expressão de sol, sorriso e entusiasmo de um branco autêntico, que conta a história de uma região virada para a bravura do Atlântico." Possui notas de iodo e sal referente a forte influencia Atlântica, assim como notas fumadas características do solo calcário. Com aroma de ananás, característico do Arinto, e da pera e maçã características do Bical. Ideal para acompanhar pratos de peixe e marisco; casquinha de siri, caranguejo casca mole, lagosta ao vapor, etc…

Degustação Especial:
Filipa Pato Nossa Calcário Branco . Bical
Região: Óis do Bairro, Beiras, de um vinhedo único e antigo

O Nossa Branco é criado em Óis do Bairro, uma aldeia reconhecida pela excepcional qualidade de seus vinhos. O subsolo é extremamente argiloso com pedra calcária. O clima tem uma forte influência atlântica. A viticultura tradicional revela qualidade única das uvas criadas nesta vinha. O Nossa é companheiro perfeito para jantares refinados de peixes, vitela no forno, galinha do campo, queijos curados de pasta dura. Pode ser guardado. Não se recomenda gelar tanto, é um branco para se apreciado refrescado, em taças grandes.

Filipa Pato Nossa Calcário Tinto DOC Bairrada . Baga
Região: Bairrada Variedade: Baga

Assim como o Branco, o Nossa tinto surge de vinhedos da região de Óis do Bairro, onde estão os "Grand Cru" da Bairrada. O solo é extremamente argiloso com pedra calcária. O clima tem a influência atlântica, sendo o processo tradicional de viticultura. É o companheiro perfeito para jantares refinados, pombo ou pato no forno, caça, pratos delicados, não demasiadamente apimentados e queijos de fabrico tradicional. Sirva decantado diretamente da cave, abaixo dos 18 graus, em taças elegantes. Tempo de guarda: acima de dez anos.

Sidecar 2015, Alentejo
Prove, encante-se, descubra!

Prato Principal:
​Bacalhau ao Chef
(Bacalhau grelhado, batata soutê, arroz de polvo com brócolis, ovos cozidos e azeitonas portuguesas)

FP by Filipa Pato Baga
Região: Beiras Variedades: Baga (98%), Bical (1%) e Maria Gomes (1%)

Vinho de cor vermelho rubi, com aroma de frutas vermelhas maduras e notas de defumado. No paladar é seco, acidez equilibrada, corpo médio, taninos maduros e elegantes.
Ideal para acompanhar carnes vermelhas, churrasco e carnes assadas, harmonização clássica é o leitão da Bairrada.

Sobremesa:
Doces Portugueses e Vinho do Porto

27 de setembro, terça, 20h
Restaurante Pampulhinha
Av. Benjamin Constant, 1791 - São Geraldo, Porto Alegre - RS

Valor:
R$ 250,00
menu completo, vinhos, água, café

Reservas:
51 3023 3345
51 9331 6098
vinhoearte@gmail.com

Realização:
Vinho e Arte
Restaurante Pampulhinha

Apoio:
Porto a Porto





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Achaval Ferrer - Uma jóia do vinho argentino

Thai&Wine - Koh Pee Pee e Guatambu

Como Harmonizar Gastronomia Tailandesa